Imprensa

Press

« Voltar « Back

Código de Mineração deve se preocupar com reputação do setor

Por: Notícias de Mineração BrasilImprimirVisualizar em PDF

​A legislação mineral e atores envolvidos no setor devem-se preocupar com a reputação da mineração, segundo o consultor da Pinheiro Neto Advogados, Adriano Drummond Cançado Trindade, que apresentou uma palestra durante o 3º Congresso Internacional de Direito Minerário (Dirmin). Trindade participou do painel "Reflexões sobre a legislação minerária", que aconteceu na terça-feira (9).

O consultor falou sobre a recente proibição de mineração de minerais metálicos em El Salvador, na América Central, noticiada amplamente por toda a imprensa internacional. "Embora seja um país muito pequeno e pouco representativo em termos de recursos minerais, El Salvador foi o primeiro local do mundo a proibir a atividade. E a lei, embora curta e com apenas 11 artigos, deixa bem claro que a atividade não é bem-vista no país", disse.

"Ações como estas nos mostram que devemos incorporar em nosso código e também em nossas discussões determinações que levem em conta não só os aspectos econômicos, mas também os ambientais e sociais", afirmou.

De acordo com ele, é necessário constantemente que o setor se questione em relação aos custos e benefícios da atividade minerária. "O diálogo com stakeholders e outras áreas é um desafio constante. Precisamos mostrar que a mineração tem inúmeras consequências positivas e devemos buscar constantemente a adoção de medidas que aumentem a participação pública e a transparência", declarou.

Para Trindade, as ações são necessárias para que a população "tenha melhor e maior compreensão do setor e entenda que questões como a cobrança de royalties é justa e esperada e busca gerar benefícios para essa e as próximas gerações".

Outro assunto debatido pelo consultor foi a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio +20), realizada em 2012 e o documento elaborado durante o evento, intitulado "O futuro que queremos" e oficialmente adotado por mais de 190 países, que fala sobre os pilares para o desenvolvimento sustentável das mais diversas atividades econômicas.

"Precisamos que a atividade minerária se desenvolva de tal forma que siga essas premissas apresentadas no documento, viabilize o desenvolvimento sustentável, econômico e social e garanta a proteção ambiental das áreas envolvidas. Tudo depende do conhecimento e aprimoramento da lei mineral que precisa considerar o papel do setor mineral em uma sociedade tão complexa quanto a nossa", disse.

Em relação à criação da Agência Nacional de Mineração (ANM), discutida amplamente durante todo o Congresso, Trindade diz que ela "é fundamental para um maior desenvolvimento setorial e para garantir uma regulação eficiente em que cada player seja responsabilizado por seus atos e reconhecido pela adoção de esforços como transparência e participação pública". "É necessário um esforço conjunto entre o setor público e o privado para que a mineração possa se fazer entender pela sociedade e para aprimorar o ambiente setorial. E a mudança do código é apenas o primeiro passo.", afirma.

Promovido pelo Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) em parceria com o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e com a Escola da Advocacia-Geral da União (EAGU), o 3º Congresso Internacional de Direito Minerário reuniu especialistas nacionais e internacionais em legislação minerária, em Brasília (DF) de segunda-feira (8) até ontem (10). As informações são do Ibram.

Tags
Compartilhar:
Faça parte do nosso mailing Join our mailing Receba em primeira mão publicações
e comunicados do escritório
Get firsthand publications
and communications office

São PauloRua Hungria, 1100
01455-906
Tel: +55 (11) 3247-8400
Fax: +55 (11) 3247-8600ver mapasee map

Rio de JaneiroRua Humaitá, 275 - 16º andar
22261-005
Tel: +55 (21) 2506-1600
Fax: +55 (21) 2506-1660ver mapasee map

BrasíliaSAFS, Qd. 2, Bloco B
Ed. Via Office - 3º andar
70070-600
Tel: +55 (61) 3312-9400
Fax: +55 (61) 3312-9444ver mapasee map

Palo Alto228 Hamilton Avenue - 3rd floor
CA 94301 USA
Tel: +1 650-798-5068ver mapasee map

Tóquio1-6-2 Marunouchi
Chiyoda-ku - 21st floor
100-0005
Tokyo – Japan
tel: +81 (3) 3216 7191ver mapasee map

Termos de Uso
Política de Privacidade