Imprensa

Press

« Voltar « Back

Reoneração da folha: remédio amargo ou tiro no pé?

Por: Revista do SESCON-SPImprimirVisualizar em PDF

No final de março, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou a Medida Provisória (MP) 774, que exclui 50 setores da economia da possibilidade de recolher a contribuição previdenciária sobre a folha de pagamentos com base em um percentual da receita bruta. A medida impacta diretamente o planejamento das empresas para este ano, visto que a MP deverá ser aplicada já em julho, 90 dias após a sua publicação.

Chamada informalmente de "reoneração da folha de pagamento", a MP deve gerar uma arrecadação adicional de R$ 4,8 bilhões aos cofres públicos ainda em 2017. Excluindo os setores de transporte rodoviário coletivo, metroviário e ferroviário de passageiros, construção civil e comunicação, todos os demais deverão passar a contribuir sobre a folha de salários.

 

Clique aqui para ler a integra.​​

Compartilhar:
Faça parte do nosso mailing Join our mailing Receba em primeira mão publicações
e comunicados do escritório
Get firsthand publications
and communications office

São PauloRua Hungria, 1100. 
01455-906
Tel: +55 (11) 3247-8400
Fax: +55 (11) 3247-8600ver mapasee map

Rio de JaneiroRua Humaitá, 275 - 16º andar. 
22261-005
Tel: +55 (21) 2506-1600
Fax: +55 (21) 2506-1660ver mapasee map

BrasíliaSAFS, Qd. 2, Bloco B
Ed. Via Office 3º andar.
70070-600
Tel: +55 (61) 3312-9400
Fax: +55 (61) 3312-9444ver mapasee map

Palo Alto228 Hamilton Avenue, 3rd floor
CA 94301 USA
Tel: +1 650-798-5068ver mapasee map

Termos de Uso
Política de Privacidade